• Anúncios

Sra da Agonia - Viana do Castelo - (20 de Agosto)

Festas e romarias podem complicar bastante uma cache, mas também adicionar-lhe um colorido especial.

Moderador: Moderadores

Sra da Agonia - Viana do Castelo - (20 de Agosto)

Mensagempor Sagitario » quarta abr 21, 2010 14:39

As festas em honra da Sra da Agonia são sem duvida as maiores do distrito de Viana do Castelo e de todo o Minho!

Dia 20 de Agosto.
Caso o dia 20 não calhe a uma sexta, sábado ou domingo temos então mais estes 3 dias de festa.


Nacos da História da Romaria de Nossa Senhora d'Agonia

Em 1674 foi edificada uma Capela com a invocação de Bom Jesus do Santo Sepulcro do Calvário.
Um pouco acima, ou seja, no ponto mais proeminente do sítio onde eram supliciados os condenados à morte - e daí, o designarem por «Cerro dos Enforcados» - erguia-se (e ainda se ergue) a capelinha da Senhora da Conceição.
Do Bom Jesus do Santo Sepulcro do Calvário passou a chamar-se à tal capela – em 1969 –Bom Jesus da Via Sacra.

Não se quedaram por aqui os designativos da casa sagrada que ora pretendemos realçar.Com efeito, além de Bom Jesus de Santo Sepulcro do Calvário e de Bom Jesus da Via Sacra, conheceu ainda – em 1706 – o nome de Senhora da Soledade e, só a partir deste, é que recebeu – em 1744 - aquele que a tornou verdadeiramente singular, isto é, o de Senhora D’Agonia!
Esse tão tétrico «Cerro dos Enforcados» constituía um dos mais destacados pontos de observação do enfiamento da barra, suplantando, como tal, a torre da Matriz.E se o dito local se prestava a encher de indescritíveis alegrias às gentes que ao mesmo acorriam para lobrigar navios que traziam a bom porto os seus entes mais queridos, também nele, tantas vezes tantos, presenciaram grandes tragédias que um “mar cão" originava.

Haverão sido esses angustiantes momentos que inspiraram o povo marinheiro vianês para que a «Estátua viva da dor», ali tão ao pé e por essa gente já tão venerada, deixasse a invocação de Senhora da Soledade e passasse, então, a ter a de Senhora D’Agonia?!...
Por alturas de 1679, o dia vinte de Agosto era o único da romaria. A tradição aponta o ano de 1772 como sendo aquele em que pela primeira vez ela se mostrou mais rica de expressão, particularmente aos tão devotos olhos das gentes marinheiras. A sua parte mais aliciante não ia além de cerimónias religiosas e iluminação do templo. As barracas com comércio de curiosidades e brinquedos também contavam com atractivos.
De facto, «outro galo passou a cantar», a partir daquele ano 1772, do qual data a provisão régia que estabeleceu as feiras francas em 18, 19 e 20 de Agosto. Os dois primeiros dias gozavam de preferência, especialmente o 19, pois era neste que se lançava o fogo de artifício.
Nos «quartéis» (assim designavam essas casas) a dormir sobre palha, acomodavam-se famílias inteiras. O aluguer era irrisório – à razão de dois a cinco Muitos desses ocasionais locatários provinham da Galiza.
Daqui se deduz que o mar – o mar de Viana !- serviu de excelente pretexto para que maior concorrência tivessem as festas da Senhora D’Agonia.
Ano áureo foi considerado o de 1893, posto que o seu programa, além das feiras francas, do arraial e das Cerimónias Religiosas, apresentou pela primeira vez números novos e de certa retumbância, sendo um deles a iluminação das principais ruas.
Muitos factores concorreram para tornar invulgarmente atraentes estas nossas tão castiças festas. De entre eles e a merecer certo relevo,tostões por cabeça!...

Muitos desses ocasionais locatários provinham da Galiza.
Daqui se deduz que o mar – o mar de Viana !- serviu de excelente pretexto para que maior concorrência tivessem as festas da Senhora D’Agonia.
Ano áureo foi considerado o de 1893, posto que o seu programa, além das feiras francas, do arraial e das Cerimónias Religiosas, apresentou pela primeira vez números novos e de certa retumbância, sendo um deles a iluminação das principais ruas.

Muitos factores concorreram para tornar invulgarmente atraentes estas nossas tão castiças festas. De entre eles e a merecer certo relevo, cita-se a sua riqueza etno-folclórica; a inigualável gama dos seus trajes; a indiscutível arte dos seus pirotécnicos que puseram todo o seu saber ao serviço de Viana que lhes serviu de berço.
Mudaram-se os dias tradicionais – 18, 19 e 20 – no ano de 1931. A mudança obedeceu afim de que os mesmos passassem a coincidir com sexta, sábado e domingo; porém , a romaria não pode ocorrer antes do dia quinze nem depois do dia vinte e cinco de Agosto.

Foi no dia 20 de Agosto do ano de 1968 que se fez pela primeira vez a Procissão da Senhora D’Agonia ao mar.
A festa do traje teve início no jardim público no ano de 1931. Desfiles de mordomia, cortejos etnográficos e históricos ! feiras de artesanato regional! - -entre tantos e tantos outros, foram números de fino quilate do programa.


In: Vianafestas.com

Imagem

Imagem

Imagem



"Faz tudo como se estivesses a ser contemplado."
Epicuro


Imagem Imagem Imagem
Imagem
Avatar do Utilizador
Sagitario
Large
 
Mensagens: 1475
Registado: segunda mar 05, 2007 23:18
Localização: Quase sempre acima do paralelo 41...

Voltar para Festas e Romarias

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

cron