• Anúncios

Princípios básicos de Fotografia: AmplitudeTonal

O nome diz quase tudo. O cantinho dos fotógrafos.

Moderador: Moderadores

Princípios básicos de Fotografia: AmplitudeTonal

Mensagempor Silvana » terça fev 22, 2011 11:25

Na semana passada dupliquei o tópico de medir a luz. Nada como repetir/insistir para aprofundar conhecimentos (refiro-me aos meus, é claro)! [;)] E desta, mudamos de tema:

AMPLITUDE TONAL

Os nossos olhos conseguem distinguir muito mais diferenças de tonalidade do que qualquer filme. Conseguimos olhar para um pôr do Sol sobre o horizonte distinguindo desde o Sol brilhante até aos detalhes do chão já na penumbra. Nenhum filme tem uma amplitude tonal que se compare à dos nossos olhos, que se estima que seja entre 12 e 13 pontos de exposição. Temos que saber que um filme negativo tem um amplitude de 7 pontos de exposição e um filme de diapositivos de apenas 5 pontos.

Este conceito de amplitude tonal é útil para percebermos que quando fotografamos um diapositivo só se conseguirão distinguir as tonalidades até 2 ½ pontos acima e abaixo da exposição escolhida. Tudo o que estiver acima desse intervalo será retratado como branco e o que estiver abaixo como preto. Só tendo isto em conta podemos decidir quais os tons que queremos que se possam distinguir e quais aqueles que são dispensáveis. Por exemplo, cheguei um dia a Burano, uma pequena ilha junto a Veneza, já depois do pôr do Sol. O céu encoberto estava muito mais luminoso do que as belas casas da ilha, mas como dificilmente lá voltaria era uma oportunidade fotográfica a não perder. Medi a luz e defini a exposição considerando apenas as casas, reenquadrei e fotografei, sabendo que conseguiria captar as cores vivas das casas mas que o céu surgiria como um fundo branco, sem textura.

Imagem

Burano, Itália (Nikon F50, Sigma 28-70mm f/2.8-4, Kodak Gold 400) Apesar de ter sido fotografada depois do pôr do Sol, esta imagem conseguiu reproduzir as cores vivas das casas, sacrificando os detalhes do céu.

Uma forma de visualizar a gama tonal que um filme de diapositivo pode registar é recorrer ao quadro seguinte:

Imagem

Quem tiver uma máquina fotográfica com medição pontual (spot) pode medir o ponto mais escuro daquilo que vai fotografar e o mais claro. Se a diferença de exposição entre os dois pontos for superior à amplitude tonal do filme que estiver a utilizar vai ter que optar entre perder detalhe nas sombras ou nas partes mais claras da imagem. Sabendo isto podemos determinar com grande exactidão o aspecto final de cada fotografia que tiramos.

Jà tinham ouvido falar em amplitude tonal?

Nota: texto cedido por Rui Grilo
"Há sítios no mundo que são como certas existência humanas: tudo se conjuga para que nada falte à sua grandeza e perfeição. Este Gerês é um deles." - M. Torga
Avatar do Utilizador
Silvana
Large
 
Mensagens: 1498
Registado: segunda set 11, 2006 11:47
Localização: Porto

Re: Princípios básicos de Fotografia: AmplitudeTonal

Mensagempor Sagitario » quarta fev 23, 2011 01:51

Éh páh, o que eu fico a saber através de ti Silvana...
Confesso que não, que este tema é completamente novo para mim.

Mas, sendo este um tema novo, existe uma forma de contornar este pequeno handicap, chama-se HDR
Pois ao fazermos 3 fotos com medições de luz diferentes, o pós processamento em HDR faz com que a amplitude tonal desapareça.
À quem diga que é manipulação... eu sou da mesma opinião.

Abraço
Jorge
"Faz tudo como se estivesses a ser contemplado."
Epicuro


Imagem Imagem Imagem
Imagem
Avatar do Utilizador
Sagitario
Large
 
Mensagens: 1475
Registado: segunda mar 05, 2007 23:18
Localização: Quase sempre acima do paralelo 41...


Voltar para Fotografia

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

cron